04 de julho de 2017 / 17:59 h

INTERMÉDIO

Diretor do hospital militar recorre a AL e pede apoio junto ao governo

Por ITIMARA FIGUEIREDO – Assessoria da Presidência

Diante da falta de condições de continuar os cinco mil atendimentos mensais, o diretor-presidente da Associação Beneficente de Saúde dos Militares de Mato Grosso, coronel Ricardo Almeida Gil, solicitou o intermédio do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB), junto ao governo do estado para sanar o problema.

O pedido foi formalizado durante reunião na presidência da AL/MT, nesta terça-feira (04.07). O diretor explicou a Botelho que a celeuma se agravou com o bloqueio dos recursos do hospital militar por questões trabalhistas, e que por isso está há três meses sem verba para custear as despesas, acumulando déficit de aproximadamente R$ 600 mil.

Acompanhado da gestora hospitalar, Rozanja Martins, o diretor reforçou a importância de o governo ajudar a instituição para garantir, além dos atendimentos diretos aos associados e dependentes, os 100 empregos gerados pelo hospital.

“Temos que agradecer a receptividade do presidente da Assembleia Legislativa que vai levar nosso pleito ao governador conforme nos garantiu hoje nesta reunião. Precisamos de segurança jurídica para continuar com as portas abertas”, afirmou o diretor.

Mais informações
Assessoria de Imprensa da Presidência
Fones: 3313-6572/ 99975-2510/ 99952-1211

 

Fotos: Assessoria