25 de setembro de 2017 / 15:53 h

CIDADANIA

‘Sala da Mulher em Ação’ já programa evento em Rosário Oeste

Por MARIA NASCIMENTO - Assessoria Sala da Mulher/ Teatro

A Escola José Barros Maciel, de Nossa Senhora do Livramento (distante 56 quilômetros de Cuiabá), sediou a 1ª edição do projeto “Sala da Mulher em Ação”. A coordenadora da Sala, Daniella Paula de Oliveira, informou que foram realizados 450 atendimentos-  emissão de RG (150), penteados em rastafári e tranças (60),  auto-maquiagem (50), aula de teatro para professores (45 atendimentos), Procon (43), Curso de Pintura em Tecido (30), Curso de Bordado em ponto de cruz (25), terapia da Constelação Familiar (25) e Oficina de Artesanato (22).

A jovem Jaqueline Pamela Leite Morais, moradora do bairro Santa Luzia e aluna do curso de gestão pública, participou ativamente do evento. Ela foi voluntária na cozinha no período matutino e à tarde participou do curso de auto-maquiagem. Para a jovem foi uma oportunidade de troca “ e aprendizagem, pois fazemos o que sabemos e aprendemos o que não fazemos”, disse. Já Graciele Antônia Campos Arruda, de 17 anos, moradora de cento de Livramento, aproveitou o curso de auto-maquiagem com o objetivo de “aprender a ficar mais bonita” e a meta de, “no futuro, me aprimorar em maquiagem e ser profissional na área”.

A moradora do quilombo Mata Cavalos, Maria Verônica Raldi, deu sorte e levou um prêmio no sorteio. Ela participou trazendo crianças quilombolas para fazer a 1ª via da carteira de identidade. “Trouxe as crianças porque as sua famílias não têm condições de pagar, não se tem salário e transporte e fica difícil”. Entre as crianças trazidas por ela, havia grupos de 2 e 3 irmãos o que oneraria as despesas da família se fossem pagar pelos serviços. “Quero minha carteira para apresentar quando for jogar no time de futebol”, disse uma das crianças acompanhadas por Verônica, revelando o lado inclusivo do projeto Sala da Mulher em Ação.

O prefeito de Livramento, Silmar de Souza Gonçalves, o Souza (PSDB), voltou a agradecer a presença do projeto. Ele lembrou que o município tem 12,5 mil habitantes com 70% residentes em na zona rural, o que dificulta o acesso a serviços, como a emissão da carteira de identidade (Registro Geral) e que por isso, “ a Sala da Mulher, o presidente Eduardo Botelho e dona Sônia  Meira Botelho, presidente de honra da Sala da Mulher estão de parabéns pela iniciativa que trouxe cidadania e conhecimento ao povo livramentense.

A meta da Sala da Mulher da Assembleia Legislativa é estender o projeto a todos os municípios que formam o Vale do Rio Cuiabá. A segunda edição deverá ser em Rosário Oeste em data ainda a ser definida.  A região metropolitana do Vale do Rio Cuiabá é composta pelas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Nossa Senhora do Livramento e Santo Antônio de Leverger e seu entorno pelos municípios de Acorizal, Barão de Melgaço, Chapada dos Guimarães, Jangada, Nobres, Nova Brasilândia, Planalto da Serra, Poconé e Rosário O’este.

 

Fotos: ANDRE ROMEU