04 de outubro de 2017 / 09:57 h

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

Prefeitos articulam apoio à regularização de terras em Poconé e Jangada

Famílias assentadas aguardam o documento para obter linhas de crédito e investir na terra

Por   ITIMARA FIGUEIREDO – Assessoria de Imprensa da Presidência

Milhares de famílias de Poconé e Jangada poderão ser beneficiadas com a regularização de suas terras. Nesta terça-feira (03.10), os prefeitos Tatá Amaral (PR) e Garrinha Mendes (PSDB), respectivamente, participaram de mais uma rodada de negociações para consolidar a proposta e atender as famílias das zonas rural e urbana desses municípios.

Por intermédio do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB), eles receberam sinal positivo do Instituto de Terras de Mato Grosso – Intermat. Expectativa é que a liberação dos títulos de terra deverá ocorrer em breve. Ainda nesta semana o Intermat deverá anunciar os encaminhamentos, conforme explica o prefeito Tatá Amaral.

“A regularização fundiária representa melhorias na qualidade de vida dessas famílias; aumento na arrecadação do município e condições de novos investimentos. Estamos otimistas com os encaminhamentos positivos. Nesta semana será definido o encaminhamento graças ao deputado Botelho, que prontamente nos atendeu. Com isso, o sonho do título definitivo de mais de 500 famílias poconeanas, que moram em assentamentos, será realizado”, informa Tatá Amaral.

Para se ter uma ideia, somente em Poconé são 10 assentamentos que dependem do título da terra para conseguir, por exemplo, linhas de crédito para investir na produção da agricultura familiar. A mesma necessidade acontece em Jangada. Lá, 1,4 famílias compõem a zona urbana e outras 500 a rural.

“É importante para nosso municípios a liberação desses títulos. Por isso, recorremos ao apoio do deputado Botelho para nos ajudar nesse pleito junto aos órgãos competentes”, afirmou o prefeito Garrincha.

 

 

Fotos: MAURÍCIO BARBANT/ Presidência