19 de outubro de 2017 / 15:53 h

AÇÃO

Poderes asseguram recursos para clínica médica do Hospital de Câncer

Previsão é que sejam investidos na construção e equipamentos da Clínica de Humanização do Hospital de Câncer

Por   ITIMARA FIGUEIREDO – Assessoria de Imprensa da Presidência

Referência no tratamento de câncer em Mato Grosso, o Hospital de Câncer recebeu importante apoio para a construção da clínica médica para humanização do tratamento de pacientes pós-cirúrgicos. A garantia foi dada na manhã desta quinta-feira (19.10), durante visita no hospital dos presidentes da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB), do Tribunal de Justiça, Rui Ramos e do procurador Geral de Justiça, Mauro Curvo. Juntos, articulam recursos para a consolidação do Projeto Nova Clínica Médica, estimado em R$ 800 mil.

“Precisamos trabalhar juntos para ampliar o atendimento e, agora, com parcerias vamos melhorar os serviços que vêm sendo feitos por esses batalhadores do Hospital de Câncer”, afirmou o presidente da ALMT, deputado Botelho, ao destacar a importância da visita à unidade hospitalar. No início do mês, a Assembleia Legislativa abriu mão de R$ 2,5 milhões do orçamento para ajudar os hospitais filantrópicos.

Laudemi Nogueira, presidente da unidade hospitalar, destaca o entrelaçamento das instituições que vai contribuir para o fortalecimento do HCAN. Considera fundamental o conhecimento prático do hospital. “Há expectativa da construção da clínica médica. Temos a promessa do presidente da Assembleia e estamos aqui estendendo o pedindo ao presidente do Tribunal de Justiça e ao procurador Geral de Justiça que nos ajudem nessa construção, que também permitirá atendimento mais humanizado e imediato aos pacientes”, disse Nogueira.

Segundo o presidente do TJ, Rui Ramos, objetivo é ajudar com novas fontes de recursos para a compra de equipamentos. “Além de continuarmos as parcerias que já vêm sendo feitas, também vamos ampliá-las e o estudo começa hoje para que o atendimento seja digno no plano técnico e também humanizado”, destacou.

Dentre as metas está a aquisição de um aparelho de radioterapia para acabar com a fila de espera, que chega a ter até 60 pessoas por dia, avaliado em U$ 1,4 milhão. Para isso, as parcerias serão necessárias. O procurador Mauro Curvo anunciou uma nova reunião para o próximo dia 1º, às 15 horas, para apresentar os projetos do HCAN e debater os caminhos que resultem na liberação dos recursos.

“Voltaremos a nos reunir para apresentar os projetos do hospital aos colegas que atuam no patrimônio público, na defesa da probidade administrativa e nos crimes contra a administração pública porque como decorrência da delação do ex-governador Silval Barbosa e nos procedimentos que já temos tramitando em nossas promotorias, poderemos conseguir acordos e destinar valores ao Hospital de Câncer”, afirmou Curvo.

Cerca de 76% dos atendimentos do HCAN são de alta complexidade. O custeio mensal é superior a R$ 4 milhões. E o déficit mensal ultrapassa R$ 1 milhão. Doações, projetos sociais e verbas públicas ajudam a manter a unidade funcionando.

 

 

Fotos: MAURÍCIO BARBANT/ ALMT