NO COMANDO DA AL

Botelho retoma atividades parlamentares na próxima semana

Licença foi essencial para o restabelecimento da sua saúde após contaminação da Covid-19

Com a saúde totalmente restabelecida, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), retomará as atividades parlamentares na próxima semana. Afastado das suas funções por 20 dias, Botelho pediu licença para tratamento de saúde. Curado da Covid-19, o parlamentar precisou se tratar de sequelas pulmonares ainda em decorrência do coronavírus, sendo diagnosticado com pneumonia.
Agora, garante o presidente, está recuperado e pronto para dar continuidade aos trabalhos legislativos e agradece aos demais deputados pela parceria e trabalho realizado durante sua ausência, que ficou sob o comando do 2º vice-presidente, deputado João Batista (PROS).

“Quero comunicar que estou voltando na semana que vem. Fui fazer tratamento porque tive uma recaída. Tive uma pneumonia bacteriana depois da Covid-19, que tratei tomando antibióticos e agora estou 100% curado. Devo voltar na semana que vem e dar continuidade nesse trabalho que estamos fazendo na Assembleia Legislativa, junto com todos os deputados e funcionários e todos os poderes”, assegurou o presidente Botelho.

A próxima sessão ordinária remota deverá ser marcada por importantes debates para Mato Grosso avançar. Uma delas será a Proposta de Emenda à Constituição PEC 13/2020, da Mensagem 68/2020 que acrescenta dispositivos à Constituição Estadual para disciplinar a segurança viária de Mato Grosso.

Também devem entrar em pauta o Projeto de Lei 503/2020 da Mensagem 65/2020 que dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da Lei Orçamentária de 2021 e dá outras providências. Além dos projetos de leis de autoria de Botelho, a exemplo do Projeto de lei 710/2020 que dispõe sobre o parcelamento dos débitos das faturas de serviços essenciais contraídos pelos consumidores durante o período da pandemia do Coronavírus e o Projeto de lei 709/2020 que estabelece a conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce das distrofias musculares progressivas. Esse projeto inclui, ainda, a data 27 de Setembro como Dia Estadual de Conscientização sobre as distrofias musculares e dá outras providências, dentre outros projetos e indicações que entrarão em pauta.