29 de maio de 2017

COMBATE À CRISE

Botelho intervém e governo marca reunião com prefeitos para tratar sobre Saúde nesta terça

Contrários à proposta do governo, prefeitos estiveram na Assembleia Legislativa para impedir que recursos do Fethab dos municípios sejam direcionados para a Saúde

Por ITIMARA FIGUEIREDO – Assessoria da Presidência

Mais uma rodada de discussões para salvar a Saúde Pública de Mato Grosso foi realizada nesta segunda-feira (29), na Assembleia Legislativa. Liderados pelo presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM, Neurilan Fraga, 63 prefeitos foram recebidos pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB) e demais deputados, em reunião ampliada realizada hoje no auditório Milton Figueiredo, da ALMT. Os prefeitos não aceitaram a proposta do governo de direcionar os recursos do Fundo Estadual de Transportes e Habitação – Fethab dos municípios para a Saúde.
Dessa forma, ficou agendada nova reunião, dessa vez com o Governo do Estado, no Palácio Paiaguás, às 10 horas, para continuar as discussões. Botelho disse que nova proposta será encaminhada para que não prejudique os municípios. “Vamos continuar trabalhando essas propostas até achar uma solução para a saúde”, garantiu. Uma delas, segundo o presidente, é destinar parte dos recursos da Assembleia Legislativa e demais poderes; outra parte oriunda do Fethab de commodities e do governo.
Botelho destacou que mesmo tendo compromissos, os poderes constituídos serão parceiros do governo nessa questão. “Os poderes estão dispostos a ajudar. Agora, não podem ceder muita coisa porque já têm compromissos, é o caso do Tribunal de Justiça que fez o lançamento de algumas comarcas e obras, mas mesmo assim vai participar”.
O presidente ainda destacou que é inconcebível que os municípios sejam penalizados, pois já são administrados com dificuldades diante da escassez de recursos. Para ele, é melhor atrasar o cronograma de obras para investir na saúde.
Na oportunidade, o secretário Chefe da Casa Civil, José Adolpho de Lima Avelino Vieira, reafirmou o interesse do governo em manter o diálogo e reforçou o convite aos prefeitos para a próxima reunião.
Neurilan repudiou a proposta que retira recursos do Fethab dos Municípios e lembrou que o cidadão bate à porta dos prefeitos para buscar ajuda e que o governo não convence com o discurso de que houve queda na arrecadação. “Não houve queda significativa. Portanto, não justifica falar que não tem dinheiro para a Saúde”, contestou.
Mais informações
Assessoria de Imprensa da Presidência
Fones: 3313-6295- 99975-2510/ 999-521211

Fotos: MAURÍCIO BARBANT