24 de maio de 2017

CRISE

Deputados e prefeitos buscam medidas emergenciais para ‘salvar’ a Saúde

Resultado da reunião ampliada com prefeitos e AMM nesta quarta-feira (24), será levado ao governador Pedro Taques (PSDB)

Por ITIMARA FIGUEIREDO/ TATIANA MEDEIROS

Em detrimento ao caos que se instalou na área da Saúde de Mato Grosso, os deputados estaduais e prefeitos estiveram reunidos na tarde desta quarta-feira (24), na Presidência da Assembleia Legislativa, para formatar medidas emergenciais que amenizem o sofrimento de pacientes e melhorem as condições de trabalho dos profissionais da rede pública de saúde. Após a reunião ampliada, o presidente da AL/MT, Eduardo Botelho (PSB), se reuniu com o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Neurilan Fraga, para dar continuidade às discussões.

“Buscamos alternativas que ajudem o setor sair da crise. O resultado será levado ao governador Pedro Taques”, garantiu Botelho. O caos que se instalou na saúde foi tema das sessões desta semana. Os parlamentares defendem que, mesmo diante da crise político-financeira, é preciso priorizar recursos para manter o setor.

De acordo com Botelho, é imprescindível que se encontre uma solução paliativa até dezembro deste ano, uma vez que o governo já adiantou que não tem condições para investimentos. Dessa forma, Botelho defende a participação dos Poderes Constituídos e municípios, na questão do Fundo Estadual de Transporte e Habitação – Fethab. “Essa é uma proposta intermediária, que doi um pouquinho em cada um, mas resolve a situação dos mais necessitados e urgentes”, explicou o presidente.

Participaram da reunião os representante de: Sorriso, Sinop, Tapurah, Cláudia, Sorriso, Vera, Nova Olímpia, Feliz Natal, Nova Mutum. E os deputados: José Domingos, Allan Kardec, Mauro Savi, Dilmar D´Bosco, Oscar Bezerra, Silvano Amaral e Janaína Riva.

Mais informações
Assessoria de Imprensa da Presidência
Fones: 3313-6295/ 99975-2510/ 99952-1211

Fotos: MAURÍCIO BARBANT