08 de junho de 2017

Projeto ‘Educação Legislativa em Movimento’ chega a Araputanga

Em sua quarta edição, a iniciativa leva palestras sobre dicas para o Enem, história, política, educação ambiental e prevenção ao uso de álcool e drogas

Por EDUARDO CARDOSO e ADRIANO MONEZ

A Escola Estadual João Sato, em Araputanga, recebe essa semana, a quarta edição do projeto Educação Legislativa em Movimento, realizado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso, por iniciativa da Mesa Diretora, comandada pelo presidente Eduardo Botelho (PSB), e deputado Wancley Carvalho (PV). Na edição anterior, alunos da Escola Estadual André Avelino prestigiaram o evento.

Por meio de palestras, oficinas e atividades culturais, os estudantes vão conhecer a história do Poder Legislativo estadual, terão incentivo para a participação política e palestras sobre prevenção às drogas, orientação vocacional, meio ambiente, sustentabilidade e dicas para redação e exatas, para o Enem 2017.

As palestras para os alunos ocorrem na quinta-feira (8), das 13h30 às 17h, e na sexta-feira (9), das 7h30 às 11h30. Na tarde do último dia, a programação é aberta ao público, com evento cultural, com diversas apresentações artísticas.

Os assuntos são abordados por especialistas, como profissionais do Instituto Memória do Poder Legislativo; da Escola do Poder Legislativo; do setor de Ambientação da ALMT; da Supervisão de Saúde e Qualidade de Vida da Assembleia, o Qualivida; da Polícia Judiciária Civil, entre outros parceiros que integram o projeto.

“Estou muito feliz com esse projeto que tem gerado muitos frutos. Já o realizamos em Jauru, no distrito da Guia e Cuiabá. Retornamos ao interior, para contemplar mais uma escola. É uma forma do Poder Legislativo se aproximar do cidadão mato-grossense, por meio de atividades desenvolvidas em escolas de todo o Estado”, afirmou o deputado Wancley, ao agradecer o deputado e presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (PSB), que também lidera a iniciativa.

Escola – A escola João Sato é uma das 14 unidades educacionais de Mato Grosso, que oferecem o ensino em tempo integral. A unidade possui 12 salas de aulas, sala de secretaria, sala de diretoria, sala de professores, laboratório de informática, laboratório de ciências, quadra de esportes coberta, alimentação escolar, cozinha, refeitório, biblioteca com 4 mil exemplares, banheiros (com adequação para alunos com deficiência ou mobilidade reduzida) e auditório com capacidade para 200 pessoas.

Fotos: MAURÍCIO BARBANT