SAÚDE

Botelho articula parceria para mutirão de cirurgias ortopédicas em VG

Governo do Estado assegurou condições de o Pronto Socorro intensificar os atendimentos

Mais um importante passo foi dado para melhorar a saúde pública de Várzea Grande. Um mutirão de cirurgias ortopédicas será realizado, nos próximos dias, para acabar com a fila de espera de pelo menos 400 pacientes. A confirmação foi dada pelo secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, nesta terça-feira (16), em atendimento ao primeiro-secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM) e ao secretário de Saúde do município, Gonçalo de Barros, durante reunião na SES/MT.

“Essa reunião foi muito importante para essa parceria com Várzea Grande, que terá condições de realizar um grande mutirão de cirurgias ortopédicas”, comemorou Botelho, ao destacar o intenso trabalho desenvolvido na cidade, a exemplo da Rede Cegonha, maternidade instalada no Hospital São Lucas, para garantir a segurança de mães e seus bebês, numa unidade hospitalar exclusiva, viabilizada por indicação de Botelho, além de recursos que consolidaram a reforma e ampliação do Hospital Metropolitano, para atendimento de pacientes com Covid-19.

Barros ressaltou a importância de acelerar o atendimento diante à grande demanda, que segundo ele, agravou ainda mais em decorrência ao aumento de casos de Covid-19.

“Viemos aqui com o deputado Eduardo Botelho que tem ajudado muito Várzea Grande. Por conta da Covid-19, temos uma lista de espera para cirurgia ortopédica chegando a quase 400 pessoas e propomos essa parceria com o governo do estado. O Botelho, sensível como sempre às causas da saúde pública está nos acompanhando para que possamos funcionar a terceira sala cirúrgica no Pronto Socorro de Várzea Grande, que nos possibilitará a avançar e acabar com essa fila de agonia que temos nesse momento, pois somente a Covid-19 já é uma tragédia para o mundo”, afirmou o secretário municipal.