RDENAMENTO DE DESPESAS

Botelho avalia os cem dias à frente da Primeira Secretaria

Trabalho com transparência das ações segue a todo vapor. Implantação de novo link proporcionará a deputados acompanhamento detalhado sobre ordenamento de despesas

Com a experiência de presidir a Assembleia Legislativa de Mato Grosso por duas vezes, o deputado Eduardo Botelho (DEM), destaca como positivo o trabalho desenvolvido nos primeiros cem dias à frente da Primeira Secretaria, setor de ornamento das despesas. A afirmação foi dada nesta quarta-feira (05), durante entrevista à Imprensa, na ALMT, em que anunciou a implantação de novo link para que os deputados possam acompanhar todos os detalhes sobre os investimentos do Parlamento, assegurando lisura e transparência ao trabalho que desenvolve enquanto primeiro-secretário.

“É positiva a avaliação dos cem dias. Sempre falo à minha equipe que é uma nova experiência, novos desafios. Uma ação que estamos fazendo de gerir a Casa, acompanhar todos os gastos. O presidente tem o papel mais representativo e, agora, estamos mais internamente mexendo com isso.Mas não há muitas novidades, apenas dando continuidade ao que já vinha desenvolvendo com o deputado Max Russi, na Primeira Secretaria. Então, agora, vou prestar contas aos deputados quadrimestralmente. E abrir uma linha para que os deputados possam acompanhar, para que tenham liberdade para verificar tudo que for gasto, dando transparência total às ações”, garante Botelho, ao acrescentar que segue o mesmo rigor no envio de relatórios mensais ao Tribunal de Contas do Estado – TCE.

O deputado também destaca que o trabalho voltado à economia com corte nos gastos já rende bons frutos. Tanto que registra ações importantes provenientes de recursos próprios da ALMT, através de parcerias com o governo e prefeituras. A exemplo da distribuição de cartões do auxílio do programa Ser Família Emergencial para milhares de famílias carentes.  E a instalação de postos de vacinação contra Covid-19, sendo dois em Várzea Grande e um em Cuiabá, com a possibilidade de instalar mais um em Rondonópolis.

Botelho explica que esses investimentos estão sendo feitos graças ao trabalho exaustivo anteriormente. E que seguirá economizando para ajudar com novas ações. “O que investimos nesse momento é gordura do ano passado. Fechamos o ano com saldo positivo, além de tudo que devolvemos ao governo ainda ficamos em condições de fazer esses atendimentos. O que tem nesse ano será discutido no Colégio de Líderes para saber como serão investidos. Obras nos municípios serão debatidas, como reforma de creches, postos de saúde, dentre outras necessidades, indicadas pelos deputados que conhecem as demandas dos municípios. Vamos fazer esse link com o estado para que a Assembleia devolva recursos e esses pontos pequenos dos municípios apontados pelos deputados sejam atendidos”, finaliza.