95.9 FM

Botelho fala sobre previdência e vacinação durante entrevista à Rádio CBN Cuiabá

Na pauta, questão sobre a alíquota da previdência de aposentados e pensionistas; combate à pandemia e vacinação, além da CPI da Energisa

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (DEM), foi o entrevistado do programa Jornal da CBN Cuiabá, da Rádio CBN Cuiabá, comandado pelos jornalistas Camila Ribeiro, Marcela Vasconcelos e Pedro Panok. Disse que o governo está bem próximo de anunciar o novo projeto sobre a contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, categoria que foi duramente penalizada com o percentual de 14%. Também incluirá alternativas para reduzir o sofrimento dos aposentados portadores de doenças raras.

Por mais de uma hora, Botelho respondeu perguntas de ouvintes esclarecendo sobre a situação de Mato Grosso e as ações que o Parlamento vêm fazendo para ajudar o governo a superar a crise, deflagrada em decorrência à pandemia da Covid-19. Uma delas é a liberação do estacionamento do Teatro Zulmira Canavarros para a vacinação no sistema drive-thru.

Dentre outros assuntos, informou que a Mesa Diretora da ALMT já liberou recursos à compra de 200 cilindros de oxigênio, para ajudar os hospitais no tratamento de pacientes em estado grave que dependem desse produto para o tratamento. A comissão especial Observatório Socioeconômico Social, presidida pelo deputado Carlos Avallone, viabilizou junto à empresários 200 cilindros, através do projeto Oxigênio Solidário. Também mencionou sobre avanços no trabalho da CPI da energisa.

Outra questão se refere à vacinação contra Covid-19. Botelho defende o retorno das aulas somente após a vacinação de todos, bem como a de policiais e de motoristas de ônibus, como uma garantia mais efetiva e segura para conter a proliferação do vírus. Alerta que o retorno presencial das aulas deve acontecer de forma igualitária para que não privilegie apenas os estudantes das escolas privadas.

Também informou que a Comissão de Saúde da ALMT fará um relatório sobre a condução da vacinação em todo estado. Reforçou a importância de os grandes produtores rurais participarem numa força-tarefa para ajudar o estado a superar a pandemia, podendo ofertar alimentos para o combate à fome, bem como cilindros de oxigênio e outros materiais hospitalares.     

Diante o crítico cenário de Saúde, Botelho disse que o momento é de concentrar esforços para combater a pandemia, pois não há espaço para pensar em disputas eleitorais nesse momento de agravamento da pandemia em todo país. “Vejo alguns partidos correndo atrás de candidatos. Fico até sentindo mal com isso. Não é momento para isso. Está morrendo gente toda hora. Calma! Primeiro vamos ver o que é prioritário à vida, tem gente perdendo emprego. Prioridade agora é montar estrutura para vacinação e combater a fome. Depois vamos trabalhar para montar o partido”, afirmou.    

Questionado sobre os 302 anos de Cuiabá, disse que é uma cidade de oportunidades. “Uma terra de OPORTUNIDADES, um lugar que recebe bem a todos que aqui chegam, de braços abertos, com todas as oportunidades colocadas à essas pessoas”!