ATIVIDADES PARLAMENTARES

Botelho retoma atividades e destaca atuação de deputada na Presidência

Votação de projetos e vetos deve marcar a semana na ALMT

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (União Brasil), retomou as atividades parlamentares, nesta segunda-feira (14). Na semana, passada deixou a Presidência para prestigiar a única deputada do Parlamento e vice-presidente, Janaina Riva (MDB), para conduzir a Casa de Leis, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher – 8 de março.

“A deputada Janaina cumpriu muito bem o seu papel. Saí uma semana para prestigiar a única deputada mulher, na semana de comemorações do Dia Internacional da Mulher, e ela fez um grande trabalho aqui dentro”, destacou Botelho, que também participou de um culto ecumênico no auditório Licínio Monteiro.

Botelho também reafirmou que o andamento dos trabalhos será dentro da normalidade, com empenho de todos para a limpeza da pauta, inclusive, no período eleitoral. 

“Estamos voltando com muita tranquilidade. A Presidência é um cargo de maior responsabilidade, mas não haverá muitas mudanças porque vamos continuar defendendo a Casa, defendendo o trabalho harmonioso com todos os poderes e continuar a reconstrução de Mato Grosso, ação que começamos em 2019. Não vai ter grandes mudanças porque eu e o Max já gerimos a Casa juntos. Então, praticamente toda a gestão é feita em conjunto. E para esta semana vamos discutir com os deputados sobre a votação de vetos e projetos. Mas, o trabalho seguirá tranquilo”, afirmou o presidente.

O retorno de Botelho à presidência se deu no último dia 24, quando o ministro do Supremo Tribunal Federal – STF, Alexandre de Moraes, determinou a sua recondução imediata. Decisão que restaurou a eficácia da eleição realizada pela ALMT, na sessão ordinária de junho de 2020, para composição da Mesa Diretora desse biênio, tendo como presidente o deputado Botelho. E o deputado Max Russi como o ordenador de despesas, na Primeira Secretaria. Gestão que, segundo Botelho, dará continuidade às ações para Mato Grosso avançar.