DOCUMENTOS DA TERRA

Botelho visita comunidade Recanto das Seriemas para debater regularização fundiária

Moradores também apontaram a necessidade de investimentos em estradas, telefonia móvel e posto de saúde

Aproveitando a semana de Natal, o deputado Eduardo Botelho (DEM), primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, visitou a comunidade Recanto das Seriemas, em Cuiabá, nesta quarta-feira (22), para debater sobre a regularização fundiária do local. Oportunidade em que declarou apoio às demandas necessárias para melhorar as condições de vida das 345 famílias que residem na comunidade há 20 anos.

“Obter o título definitivo dos imóveis é o sonho de milhares de famílias mato-grossenses. Por isso, estamos trabalhando pesado nessa questão e o resultado começa a aparecer. Vamos fechar o ano com a entrega de 20 mil títulos através do Intermat. E em 2022 esse trabalho será intensificado para ajudar as comunidades rurais e assentamentos”, assegurou Botelho. 

O Recanto das Seriemas faz divisa com o perímetro urbano de Cuiabá e o processo de regularização está em andamento. “Os trabalhos já começaram por determinação do deputado Botelho, Intermat e Defensoria Pública, para que num futuro bem próximo todos possam ter a documentação do seu lote, da sua chácara”, disse Euclides dos Santos.

Durante a visita, Botelho recebeu o Ofício 52/2020, da Associação de Mulheres Rurais do Recanto das Seriemas. Nele, a presidente Ijosinyr Bastos de Matos, descreve as dificuldades enfrentadas e pede apoio para viabilizar encascalhamento das ruas; iluminação pública; posto de saúde; escola; bolsões para coleta de lixo; antena de Internet e a construção de uma ponte sobre o córrego Gomitá, que liga o bairro Planalto ao Recanto das Seriemas.

A comunidade reconheceu a luta de Botelho em defesa dos menos favorecidos. “A comunidade reconhece a luta em prol das causas de um povo sofrido que busca dias melhores em suas propriedades rurais e almeja obter as escrituras de suas terras, para que possamos tornar donos de fato e de direito. Também pedimos a ponte, já que a antiga foi levada pelas chuvas há mais de cinco anos, e a comunidade ficou prejudicada, por isso, muitos pais têm que atravessar os filhos no colo para irem à escola. É inaceitável. Por isso, nos sentimos honrados em receber o deputado aqui, pois nos traz muita esperança!”, disse a presidente Ijosinyr, ao entregar um abaixo-assinado reforçando as reivindicações.

CPA III – Botelho também visitou amigos do CPA III, onde falou com moradores e empresários. Lá, a reivindicação foi pautada por mais segurança e iluminação pública. No momento, liguei com o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, tenente coronel Hadassah Susannah, que prontamente nos atendeu e foi até o local ouvir as solicitações. “Já morei e fui professor no CPA III,  Setor 2, dava aula na Escola Fernando Leite, em 1982, época em que podíamos andar tranquilamente pelo bairro, não tinha violência, ia e voltava a pé para casa”, lembrou o deputado.

CINTURÃO VERDE – Botelho também cumpriu agenda visitando moradores do Cinturão Verde, no Pedra 90. Lá, visitou a área onde destinou emenda para asfaltar as ruas, em atendimento a solicitação antiga dos moradores. A obra é uma parceria de Botelho, do senador Jayme Campos e do deputado federal Emanuelzinho.

Em vermelho as ruas que serão asfaltadas

De acordo com Ralf Macedo, secretário adjunto de Obras de Cuiabá expectativa é que seja concluído no próximo ano o pedido do deputado Botelho. Pois, o projeto de asfalto e drenagem de águas pluviais já está sendo finalizado, a licitação será lançada em janeiro de 2022, para que ainda no primeiro semestre a obra de asfalto de 2,5 quilômetros seja feita, no Cinturão Verde, no Pedra 90. “Pela topografia da área acreditamos que a obra será relativamente rápida, a obra tem emenda do deputado Botelho e contrapartida do município”, disse o adjunto.