Minha história

Deputado Eduardo Botelho

Com a infância marcada por muito trabalho, o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado José Eduardo Botelho (DEM/MT), nasceu 08/03/1959, em Nossa Senhora do Livramento. Filho de Benedito Caetano Botelho e dona Venina Vieira Botelho, tem nove irmãos e passou a infância no sítio Pirapora. Pai de quatro filhos, Botelho é casado com Sônia Meira Botelho, a presidente de honra da Sala da Mulher da ALMT.

Começou a trabalhar ainda na infância, junto com o pai na roça, serviço árduo, mas necessário para ajudar no sustento da casa. Depois foi morar em Cuiabá com a família. Com espírito empreendedor, começou a vender jornais pela manhã e balas na porta dos cinemas à noite, época áurea do Cine Teatro e do Cine Bandeirantes. Determinado, estudou na capital nas escolas públicas Leovegildo de Melo, Fernando Leite e Escola Técnica Federal. Formou-se em Engenharia Elétrica pela UFMT e em Licenciatura, com especialização em Matemática.

Mesmo diante das dificuldades financeiras, não mediu esforços para conquistar seu espaço profissional e ajudar a família. Conciliava o trabalho com os estudos e a vida foi melhorando gradativamente. Estagiou na Empaer; foi auxiliar de oficina na antiga Grecovel Veículos; professor de Matemática e Física em diversas instituições de ensino em Cuiabá e cidades do interior. Botelho continuou firme na luta e obteve êxito na carreira empresarial e pública. Se destacou no antigo escritório regional da Cemat, na década de 90, época em que se desdobrou para ajudar a levar energia elétrica aos mais distantes rincões mato-grossenses. Emociona-se quando lembra que até o ingresso na universidade sua casa não tinha energia elétrica.

TRAJETÓRIA POLÍTICA – Com incentivos da família, em 2013, se filiou ao PSB e se candidatou em 2014 pela primeira vez, sendo eleito deputado estadual com 40.517 votos. Fez parte da Mesa Diretora, tornando-se presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, no biênio 2017-2019.

Em 23.03.2018 se filiou no Democratas (DEM), sendo reeleito deputado estadual, em outubro do mesmo, ano com 33.788 votos de confiança da população mato-grossense. Em 01.02.2019 sagrou-se novamente presidente da ALMT, para o período de fevereiro de 2019 a fevereiro de 2021.

Em junho de 2020 foi reeleito presidente da Casa de Leis, tomando posse no dia 1º de fevereiro de 2021. Mas, por determinação do Supremo Tribunal Federal, convocou nova eleição para a Mesa Diretora. Em 23 de fevereiro de 2021, foi eleito primeiro-secretário da ALMT, para o biênio 2021-2023.