RECANTO DA SERIEMA

Moradores do Residencial Vale Verde recorrem a Botelho por regularização fundiária

Loteamento tem 400 famílias, na região do Recanto das Seriemas, em Cuiabá

Com quase um ano de fundação, o Residencial Vale Verde, próximo ao contorno leste de Cuiabá, na região do Recanto da Seriema, já acolheu 400 famílias que ocuparam a área para fugir do aluguel.

Neste sábado (02.07), os moradores receberam o deputado Eduardo Botelho (União Brasil), para reivindicar apoio às melhorias de Infraestrutura e, principalmente, para regularização fundiária, conforme explicou a presidente da Associação de Moradores do Residencial Vale Verde, Adriana Lemes.

“Estamos numa área devoluta e trouxemos famílias que precisam de moradia, que saíram do aluguel e estão tendo a oportunidade de construir a casa própria. Agora, pedimos apoio ao deputado Botelho para à regularização junto ao Intermat”, disse a presidente, ao destacar a parceria com o bairro vizinho Leovegildo, juntos somam 1600 famílias que aguardam pelo sonho da escritura de seus lotes.

Aposentada, Maria da Paz Rocha Costa, tem quatro meses no residencial, teve 10 filhos, criou seis deles e está feliz com a nova moradia. “Amo estar aqui onde a cada dia melhoramos um pouco mais nossa casinha”.

Da mesma forma, o técnico em manutenção de ar condicionado, Lucas Wallyson Novais e a esposa Lorena Siqueira Barão, estão confiantes construindo o novo lar no Vale Verde.

“É um sonho construir minha casa própria junto com minha esposa. Estamos construindo de pouquinho em pouquinho, e não vamos mais pagar aluguel, assim poderemos dar mais conforto aos nossos filhos. Que o deputado consiga nos ajudar!”, disse Lorena.

Ex-garimpeiro, o autônomo Evandro Barbosa e a esposa Miriam de Andrade, tem quatro filhos, e estão morando a três meses no loteamento, felizes com a conquista da casa própria.

“Precisamos do apoio do poder público para melhorar nossa comunidade, o residencial é novo e ainda precisa de infraestrutura, redes de água e de energia elétrica e, contamos com o deputado para nos ajudar com à regularização da nossa terra. Estamos felizes porque, antes, pagávamos R$ 700 de aluguel, mas há três meses aqui estamos tendo uma vida mais leve sem essa despesa tão alta. É um sonho realizado e agradecemos muito o deputado por estar aqui ouvindo nossas reivindicações”, afirmou o casal.

O deputado Botelho relatou sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido para entregar mais de 21 mil escrituras nesse ano. 

“Vamos acompanhar o processo junto com o Intermat para ajudar as inúmeras famílias do Vale Verde”, garantiu, ao destacar que a parceria com Intermat ajuda muito e lamentou a falta de programa para construção de casas populares do governo federal.

GRANDE CRISTO REI – No sábado, Botelho também esteve com amigos e lideranças dos bairros que compõem o grande Cristo Rei. Na pauta, ações de melhorias e obras estruturantes que estão sendo executadas em Várzea Grande. Uma delas é a ponte que liga os bairros Parque do Lago e Parque Atalaia (Coxipó), já em fase de conclusão e que será importante corredor viário para desafogar o trânsito entre Cuiabá e Várzea Grande.